Cartas Dynamo

A transparência na gestão é um dos ativos que mais cultivamos na Dynamo. Além dos canais usuais de comunicação com nossos cotistas, costumamos escrever – desde o início do Dynamo Cougar - a Carta Dynamo.

A Carta Dynamo é uma publicação trimestral onde procuramos analisar criticamente temas relevantes da atualidade do mercado de capitais, além de tecer comentários sobre nosso desempenho no período, destacando os eventos mais significativos relativos aos nossos investimentos.

Abaixo, você poderá fazer o download (arquivo PDF) das últimas Cartas Dynamo disponíveis. Para garantir o recebimento das publicações futuras, basta cadastrar-se no menu Correio.

Carta 38

Os modelos mentais de Charlie Munger

Descreve os principais elementos que compõem o sofisticado aparato analítico-mental desenvolvido por Charlie Munger, utilizado no processo de seleção de investimentos da Berkshire Hathaway.


Carta 37

Ser e Transparecer

Trata do tema da transparência das companhias sob a ótica da economia, da governança corporativa e do ambiente regulatório. Analisa ainda os fundamentos do investimento na Caemi.


Carta 36

Depois do tag, along deveriam caminhar os investidores

Discorre sobre a importância da presença do tag along como ferramenta de alinhamento de interesses entre acionistas, sugerindo-o como critério de alocação de recursos para investidores. Comenta ainda a visão de Warren Buffet quanto a aspectos de governança dos conselhos, apresentada no relatório anual da Berkshire Hathaway.


Carta 35

Sobre Conselhos e Conselheiros

Analisa os diferentes matizes da composição dos conselhos e da atuação dos conselheiros, como elementos determinantes do governo das companhias.


Carta 34

Do arbítrio à arbitragem

Com o ensejo da instalação da Câmera de Arbitragem do Mercado da BOVESPA, analisa-se a superioridade do juízo arbitral sobre a Justiça convencional na solução dos conflitos societários.


Carta 33

Sobre tungas e traquinagens

Discorre sobre a prática dos contratos de mútuo nas companhias abertas e suas implicações na distribuição desigual de valor entre os acionistas.


Carta 32

A nova Lei das S/A: avanços, ausências e problemas

Tece comentários técnicos e críticos sobre a reforma da Lei das Sociedades Anônimas, sob a ótica econômica da evolução do mercado de capitais.


Carta 31

O deprezado prêmio da iliquidez ou, o charme nada discreto do CDI

Explica o excessivo desprezo pelo prêmio de iliquidez no mercado brasileiro, tendo em vista o alto custo de oportunidade do capital no âmbito de uma administração de ativos com benchmark exclusivo em CDI


Carta 30

Pulverizar não é virar pó, muito pelo contrário

Sobre a propriedade de capital pulverizada e seus benefícios de permitir uma melhor precificação das ações e melhores condições de governabilidade nas companhias


Carta 29

Tag along: um caso real

Considera a importante prerrogativa do direito de tag along para os acionistas minoritários, a partir da descrição de um caso prático fundamentado em decisão legal.


Carta 28

Fechamento de capital: mercado, monopólio e regulação

Analisa a questão da oferta pública para fechamento de capital à luz da experiência na prática do mercado e da regulamentação específica recente (Instruções CVM 229, 299 e 345).


Carta 27

O Falso Dilema

Comenta o falso dilema entre maior proteção versus extinção do mercado de capitais local, no ensejo da discussão do ante-projeto da nova Lei das S/A, tendo como referência as evidências teórica e empírica de que os mercados mais desenvolvidos são aqueles mais regulados.


Carta 26

Prêmio de controle no Brasil: Por que, como e para quem?

Explica as distorções no mercado de prêmios de controle no Brasil como consequência do desequilíbrio de poder nas companhias, gerado a partir da estrutura de capital concentrada e do desamparo legal do acionista não-controlador. Descreve também a reestruturação societária da Ultrapar e a importante decisão de extensão do direito de tag along para todos os acionistas.


Carta 25

O dilema dos prisioneiros e a Lei das S/A

Decreve a situação do acionista minoritário nas ofertas públicas para fechamento de capital como um problema da ação coletiva. Apresenta, ainda, diversas sugestões para o projeto de alteração da Lei das S/A.


Carta 24

Para entender o conselho fiscal

Sobre o insituto do conselho fiscal: suas atribuições, responsabilidades e importância como instrumento eficaz da atividade de governance.